Pergunta: o abono de permanência garante aposentadoria com paridade e sem média remuneratória?

Resposta: é preciso conferir em quais condições foi deferido o abono de permanência. Se foi na transição do artigo 2º da Emenda Constitucional 41, de 2003, é preciso mudar o referencial na opção de aposentadoria atingida depois do reconhecimento deste abono, dando preferência ao artigo 6º da EC 41 ou 3º da EC 47, conforme a situação de cada um (se entrou até 31/12/2003, se entrou até 16/12/1998).